Formação nas Novas Constelações



Curso de Formação para Constelador nas Novas Constelações
segundo Bert Hellinger e Brigitte Champetier de Ribes

No meio psicoterapêutico, vários estudiosos desenvolveram métodos de acessar bloqueios e traumas a fim de minimizar seus efeitos na vida das pessoas. Bert Hellinger combinou e aprimorou tais metodologias, nomeando constelações familiares uma forma de representar o cliente e membros de sua família por meio de outras pessoas. A capacidade empática que o ser humano tem em condições normais possibilita que representantes escolhidos aleatoriamente possam perceber e revelar os fenômenos ocultos, inconscientes que impedem que alguém seja bem realizado em sua vida. As constelações surgiram na década de 80, passaram a ser utilizadas nos meios organizacionais e recentemente pelo direito. Na área clínica, no Brasil, tem o reconhecimento pelo Conselho Regional de Psicologia como método diagnóstico válido. As bases teóricas que embasam as constelações são a fenomenológica-sistêmica (campos morfogenéticos), a epigenética (traumas transgeracionais) e a neurologia (neurônios-espelho). Atualmente, são utilizadas em sessões de orientação individual ou em grupo. As Novas constelações são a versão aprimorada por Brigitte Champetier de Ribes. Nessas, os movimentos dos representantes são muitos lentos, a postura do constelador, o facilitador do processo, é a mais ética e neutra possível, não interventiva e os representantes e constelado - o cliente, permanecem em absoluto silencio até que, pela observação e percepção do desenrolar dos movimentos, revelam-se as origens do problema até a solução possível no momento, seja na direção de reconciliar polaridades opostas - vítimas e perpetradores - entre ancestrais com os quais o cliente está em ressonância e/ou liberá-lo de sua identificação com excluídos de seu sistema familiar. O avanço deve-se ao fato de que os representantes ficam livres de papéis pré-determinados, aprofundando e alcançando conflitos muito remotos. Nos grupos, o cliente pode manter total sigilo sobre o que o motivou a buscar orientação e prescinde de interpretações, uma vez que o processo é sensório-corporal. Enxergar os problemas sob outro ponto de vista e de fora da situação proporciona um efeito imediato no cliente. Os insights que surgem no fenômeno da constelação mudam sua postura diante da vida e o libera dos traumas. Os resultados a longo prazo são empíricos, pois não há metodologia para mensurar os efeitos após uma constelação, dado que não se trata de terapia com acompanhamento posterior. A experiência mostra que o processo de aprender e praticar o método seja como constelador, representante e cliente é mais eficaz do que ser apenas constelado, pelo aprofundamento e continuidade, mantendo os benefícios alcançados. A sociedade humana sempre necessitou que as pessoas se desenvolvam individual e coletivamente a fim de parar de repetir padrões cíclicos destrutivos. Nesse contexto, a sensibilidade do olhar sistêmico permite que o aluno, além de alcançar muito mais qualidade de vida, torne-se um agente inspirador de mudança no seu meio familiar/social pela sua nova postura observadora, sem julgamentos, absolutamente centrada e amadurecida intelectual e emocionalmente.

Objetivos do curso: Capacitar profissionais consteladores para facilitarem as Novas Constelações, integrando teoria e prática. Ampliar a visão biopsicossocial dos alunos para atender a demanda de diferentes segmentos da vida pessoal e profissional. Desenvolver a empatia e o universo dito espiritual do ser humano, que inclui tudo e todos como são, mesmo os que já se foram, mas que ainda deixaram seus rastros de sofrimento nas gerações subsequentes.

Público Alvo: Qualquer um que esteja interessado em aprender, seja para trabalhar a si próprio ou tornar-se constelador. Acima de 18 anos, sem pré-requisitos de formação anterior.

Duração: 24 módulos distribuídos em 2 anos.

Módulos do curso:
1.Auto constelação  
2.Vazio criador
3.Campos mórficos
4.Constelador e representantes
5.Sistema familiar
6.Ordens do amor
7.Ordens da ajuda
8.Ordens da realização profissional
9.Ordens da abundância
10.Resistências
11.Consciência moral
12.Constelações de lugares, objetos, datas e acidentes
13.Constelações de casal
14.Constelações de relacionamentos afetivos
15.Constelações de sexualidade
16.Constelações de filhos
17.Constelações de gestações, abortos, infertilidade
18.Constelações de saúde física
19.Constelações de saúde mental
20.Diagnóstico e constelações individuais
21.Constelações de crenças e campos mórficos
22.Constelações de traumas
23.Constelações de empresas
24.Capacidade consteladora

Subtemas abordados: Percepção e intuição. Centramento. Estar presente e em sintonia com os demais. O campo quântico e a ressonância mórfica. Tipos de sentimentos: Primários, Secundários, Adotados, Meta sentimentos. Estar no Adulto: modelos e identificações. O sistema familiar, cultura e modelagem. Transgeracionalidade. Traumas de nascimento. Tomar a mãe e o pai enquanto uma unidade. Movimento interrompido em direção a mãe. As comunidades de destino. O casamento. Os filhos do divórcio em novos casamentos. Homo e heterossexualidade. Instâncias psíquicas: Criança, Pais Críticos e Nutritivos e o Adulto.  Posturas existenciais de vítima, salvador e perseguidor. Comunicação não-violenta entre adultos. Perpetradores e vítimas. A doença como metáfora dos emaranhamentos sistêmicos. Direito de pertencimento. Respeitar a ordem da hierarquia. As ordens do equilíbrio entre dar e receber. Equilibrar o dar e receber amor. Equilibrar o fazer e receber um dano. Compensação arcaica ou compensação adulta. Os limites entre dar e tomar. As consciências: pessoal, coletiva, inconsciente (arcaica) e universal. Reconciliar ao invés de perdoar. Destino individual e coletivo. Movimento em direção ao sucesso profissional. O profissional e a postura ética. Diagnóstico com bonecos no atendimento individual e atendimento com âncoras como representantes. O profissional e o cliente. O profissional e o grupo de participantes. As frases libertadoras dos padrões repetitivos. Desenvolvimento da constelação: como iniciar e quando interromper, como encerrar e a devolutiva. Auto avaliação pela constelação da capacidade consteladora.

Desenvolvimento: Os 24 módulos têm duração de 3 horas cada, principalmente para prática. Para cada um, será entregue um material teórico impresso, enviado 30 dias antes. 

Workshops de constelações: Ao longo destes 24 encontros mensais haverá 8 workshops temáticos, nos quais os alunos serão representantes para constelados de fora do curso.

Temas dos workshops: Pais e Filhos, Relacionamentos, Prosperidade e Saúde

Duração dos workshops: Cada workshop tem a duração de 8 horas e consiste de meditação, vídeos com o material teórico, exercícios sistêmicos e constelações. Totalizam 64 horas.

Carga horária total: 208 horas. Além dos módulos e workshops, serão necessárias mais 3 horas mensais para leituras, assistir os vídeos e praticar as meditações guiadas complementares no canal do Youtube Essencial terapias.

Professora: Silvana Garcia. Psicóloga e Doutora em Educação Especial (UFSCar), Consteladora Sistêmica desde 2011 (250 horas com Bert Hellinger na Alemanha  - Hellingerschule), 400 horas com Brigitte Champetier de Ribes (Insconfa, Madrid/Sunya, São Paulo) e mais 1000 horas com professores brasileiros e estrangeiros. Diversas formações complementares. Professora convidada pelo LAPREV/UFSCar em conjunto com o MEC para ministrar aulas junto aos professores da rede pública de São Paulo nas áreas de Violência doméstica, abuso sexual infantil e bulling. Experiência clínica de 20 anos com atendimentos individuais, casais e família. Desde 2012 facilita grupos de constelações. Desde 2017 dá formação nas Novas constelações em São Carlos e outros estados do país.


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Get your own Digital Clock